Posts Tagged ‘produção gráfica limpa’

Gráfica Burti, um modelo de sustentabilidade

Sempre tive a imagem da Burti como uma gráfica paulista de grande porte onde os preços seria inacessíveis para clientes pequenos e médios. Era um caso onde a fama dos seus trabalhos inviabilizava os baixos orçamentos. Fora a distância do Rio de Janeiro, onde resido.

Anos depois me encontrei de novo com a Burti, na minha busca por parceiros que tenham a questão sócio-ambiental como meta resolvi testar seus serviços e de acordo com eles não é diferencial, é obrigação.

Presente em todo o território nacional e internacional através de suas operações centrais em São Paulo e escritórios regionais no Rio de Janeiro, Porto Alegre e Los Angeles, a Burti é mais uma boa opção para a redução dos impactos ambientais trabalhos gráficos.

Continue lendo a lista de atributos da gráfica que podem fazer a diferença no resultado final do seu trabalho.

Continue lendo

Guia Técnico Ambiental sobre Tintas e Vernizes

Ontem li no site da Inovação Tecnológica que uma equipe da Universidade Nacional de Seul, na Coreia do Sul, afirma ter descoberto uma forma de revolucionar a impressão tradicional, abolindo as tintas, fazendo uma impressão em cores totais que fica pronta em um instante e que é capaz de reproduzir as cores encontradas na natureza.

De acordo com eles, o avanço da microscopia permitiu que eles compreendessem como as cores vistas na natureza, principalmente os padrões iridescentes e ultrabrilhantes encontrados nas penas dos pássaros, nas asas das borboletas e nas carapaças de vários insetos cores vivas podem ser facilmente reproduzidas.

Enquanto essa tecnologia não está desenvolvida para uso comercial, segue um grande achado para nós designers, o Guia Técnico Ambiental sobre Tintas e Vernizes, disponível no site da ABRAFATI, fruto da parceria da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb).

O Guia explica detalhadamente o processo de fabricação das tintas líquidas e em pó e vernizes desde a pesagem dos elementos até o envase, seus componentes e matérias-primas, termos técnicos, os aspectos e impactos ambientais e ainda medidas para uma produção mais limpa.

Indispensável para quem quer entender mais sobre esse componente primordial dos impressos.

#ficadica:  A tinta vermelha é uma das que mais demora para secar, portanto nos trabalhos urgentes, cuidado!

Gráficas Certificadas com o FSC

Para os que querem saber sobre gráficas que estão certificadas com o selo FSC. Vai uma dica com dois bancos de dados com fornecedores de produtos certificados.

O banco de dados do FSC Global Marketplace é fruto da parceria com o FSC Brasil e o FSC Alemanha.  Acessando a busca você consegue achar diversos fornecedores de coisas que você nem imagina que encontraria. Vale a pena dar uma passeada pela busca e ver o que se produz. Obs: Fiquem atentos com a atualização do site. Um texto introdutório explica como ela é feita.

Já o Guia Brasil do Meio Ambiente você vai encontrar produtos com diversos tipos de certificação. Não existe uma ferramente da busca bem feita e ainda puseram as gráficas em uma categoria muito abrangente chamada CADEIA DE CUSTÓDIA. Ok, está correto, mas facilitaria basatnte se fossse GRÁFICAS. Vá rolando pelas quase 10 páginas e encontrará muitas gráficas no brasil.

Gráficas certificadas no Rio de Janeiro

No Rio temos três gráficas certificadas – Minister, a Ediouro e a Nova Brasileira – e uma finalizando seu processo de certificação – Colorset. De acordo com o consultor gráfico Helinho da Colorset, em breve eles concluirão o processo.

Em FORNECEDORES, uma listagem mais completa por estados.

BARGANHE: Tente conversar com os seus chefes sobre a possibilidade de chegar e sair uma ou duas horas antes ou depois do horário padrão. Você diminuirá o fluxo de pessoas nos horários de picos e o trajeto de casa será menos estressante.

Tintas à base d´água – Flexografia

Tintas à base d´água eliminam o uso de solventes na manutenção e limpeza dos equipamentos.

Tenho recebido alguns emails perguntando sobre tintas menos poluentes, à base d´água, tinta vegetais e etc.

Como postado anteriormente no Dicas práticas para designers – parte I, as tintas vegetais não encarecem tanto o orçamento, apesar de ainda não se obter um controle grande sobre a fidelidade de cores.

Encontrei um poster A4 bem interessante sobre o uso de tintas à base d´água na flexografias, que pode ser baixado em PDF. O responsável é o estudante de design Marcos Borges do blog Produção Gráfica Limpa.

Download:
Poster A4 .PDF (236 KB) Download
Poster A3 .PDF (236 KB) Download
Visualização em tela .JPG 1280×980 px (607 KB) Download

Em breve mais posts sobre tintas gráficas.