Archive for the ‘Reviews’ Category

Pen drive de papel: sustentabilidade ou desperdício?

Cheio de novidades o estúdio Art Lebedev’s lança o conceitual pen drive de papel. Idéia interessante e cheia de “design” mas que ao ponto de vista de ciclo de vida do produto fiquei com dúvidas.

Continue lendo

Arquivos em formato WWF?

Essa foi a maneira que a WWF – World Wildlife Fund – encontrou para conter a derrubada de árvores proveniente do gastos de papel com impressões. Mas na real, funciona?

Como divulgação e forma de falar sobre o desperdício de papel é ótimo, mas discordo em dizer que a WWF conseguiu resolver o problema de clicar no botão PRINT.

Saiu no Blue Blues, na Exame, no Terra, na Wired e no próprio site da “Save as WWF” e fiquei curioso pois para mim ficou só na promoção do marketing. Então resolvi analisar melhor o mecanismos do aplicativo.

Continue lendo

Staple Free Stapler – Grampeando sem grampos

Um assunto citado rapidamente em um post anterior foi evitar o uso de grampos que dificultam e podem inviabilizar o processo de reciclagem de papéis. Mas como resolver uma questão que tornou-se hábito devido a sua praticidade?

A Wrapables desenvolveu um grampeador sem grampos que utiliza somente corte e dobra para prender folhas como no método usual. Não tive acesso ao produto mas pelos depoimentos dizem que o produto realmente funciona. Mas como é possível?

Continue lendo

O que é sustentabilidade? Reflexões do Prof. Aguinaldo dos Santos – UFPR

No final do ano passado mandei um email para o professor Aguinaldo dos Santos pela lista de discussão Rede Brasil de Design Sustentavel pedindo uma sugestão de bilbiografia básica sobre ecodesign e sustentabilidade.

A resposta foi além da indicação da lista e veio como uma reflexão super legal para os que estão buscando mais informações sobre o tema e querem fugir do padrão habitual de definição estilo dicionário.

Tomei liberdade para grifar algumas partes que gostei e agradeço ao professor Aguinaldo pela ótima contribuição.

Continue lendo

Food Inc. – Indicado ao Oscar 2010

O último filme que assisti do TOP 10 de filmes ambientais de 2009 foi o Food Inc. O tema principal é o poderio da industria alimentícia mundial e a forma como ela alterou nosso padrão de consumo ao longos dos anos. É praticamente impossível fugir dos alimentos geneticamente modificados e cabe ao consumidor tomar cuidado na escolha.

LINK DO TORRENTLINK PARA LEGENDA

Continue lendo

Mutante Eco-friendly – Heroes S04E14

Mutante eco-friendly fazendo a grama crescer.

Que a série ficou um saco e deve acabar em breve todo mundo já sabe, mas a novidade do último eposódio foi o toque ambiental do novo mutante. Na maior onda Avatar.

O cara que parece é uma mistura do Blanka do Street Fighter com o Ben Harper surgiu como um mendigo louco, que fugia do seu poder e acabou cheiroso, limpo e com pinta de modelo exótico. No mesmo episódio, ele foi contratado pelo Samuel como novo garden designer do circo Sullivan Brothers. Mas na boa, vocês iriam virar mendigo se tocassem no solo e surgissem flores, grama verdinha e paisagens bucólicas de fazer inveja a Burle Max?

Continue lendo

Vitor Paper – O papel feito de plásticos reaproveitados

Saiu em 3/11/09, uma reportagem no site da Época Negócios sobre um papel feito de dejetos plásticos. Trata-se do Vitopaper, um papel sintético feito de lixo plástico, mas “com aparência e toque do papel-cuchê”.

O site apresenta uma visão geral do papel, suas qualidades e usos. A animação do processo produtivo assusta num primeiro momento mas é fácil de assimilar.

” Os filmes de BOPP Vitopel são recicláveis, podendo ser reutilizados na produção de diversos artefatos.Durante o processo produtivo do BOPP Vitopel não há emissão de gases nocivos nem o descarte de resíduos sólidos no ambiente. As embalagens convertidas a partir de filmes de BOPP podem ser recicladas, desde que os insumos agregados durante a conversão sejam adequados, pela origem e quantidade empregada.O processo de queima (incineração) das embalagens pode ser utilizado para recuperação de energia por meio da geração de calor em caldeira, seja para uso do vapor ou para a geração de energia elétrica.”

Vamos verificar. Até breve.

Observe! Quando ficar até depois do expediente, perceba como várias pessoas esquecem de desligar o monitor antes de ir embora.