Archive for the ‘Especial’ Category

O Impressões Verdes se mudou!

Aos meus leitores que acompanham este blog a novidade é que estamos de casa nova. Com a chegada da entrega da monografia o projeto Impressões Verdes tomou novo rumo e agora está no endereço oficial www.impressoesverdes.com.br

Com conteúdo sendo reformulado aos poucos o blog ainda está em versão beta e captando colaboradores que queiram participar ativamente do projeto.

Espero vocês por lá!

Anúncios

Impressões Verdes na Rádio Unesp FM

Clique e vá direto para o link mobile.

E não é que o post sobre a a nova regulamentação do CONAR rendeu discussão?!

Na última 3a.-feira, 21/06/11, fui convidado pela programa Ecoando da Rádio Unesp FM, a falar sobre a importância da mídia (especialmente a publicidade) na luta pela sustentabilidade.

O programa será veiculado no próximo sábado às 8:00 pela Rádio Unesp – 105,7MHZ – e se você não está em Bauru, pode ouvir também pela web.

Em um bate papo rápido foram abordados temas como greenwashing, ética, e como essa decisão do Conar pode ajudar na questão da banalização da sustentabilidade nas peças publicitárias, principalmente no sentido de ajudar o consumidor a ter as informações corretas sobre os produtos.

O Ecoando é um programa semanal de 15 minutos de duração que trata sobre temas relativos à sustentabilidade e é produzido pelo Grupo de Estudos Aplicados em Jornalismo Ambiental da Faculdade de Arquitetura Artes e Comunicação da Unesp de Bauru, parceiros do Inteiro Ambiente.
ATUALIZAÇÃO:

Kabadio, aqui o tempo não tem pressa, anda descalço.

Muita gente deve me perguntar o motivo desse vídeo aqui no blog mas é só dar play e relaxar com o teaser do projeto Kabadio.

O projeto Kabadio de autoria do grande amigo e fotógrafo Daniel Leite é mix de documentário + livro + exposição fotográfica. Apesar de ter um trabalho autoral forte em moda ele tem um lado social grande, e é claro, nos aproxima muito em termos de percepção de mundo.

As fotos abaixo mostram isso. Continue lendo

O que é sustentabilidade? Reflexões do Prof. Aguinaldo dos Santos – UFPR

No final do ano passado mandei um email para o professor Aguinaldo dos Santos pela lista de discussão Rede Brasil de Design Sustentavel pedindo uma sugestão de bilbiografia básica sobre ecodesign e sustentabilidade.

A resposta foi além da indicação da lista e veio como uma reflexão super legal para os que estão buscando mais informações sobre o tema e querem fugir do padrão habitual de definição estilo dicionário.

Tomei liberdade para grifar algumas partes que gostei e agradeço ao professor Aguinaldo pela ótima contribuição.

Continue lendo

Pesquisa de ecodesign: “Inserção de Parâmetros Ambientais no Design de Produtos”

E “começando o ano”  – há quem diga que só começa mesmo após a semana santa – a contribuição é com a pesquisa da dissertação de mestrado da amiga Kátia Pêgo que está fazendo Mestrado Multidisciplinar em Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). É só baixar o DOC aqui e enviar para o email katiapego@gmail.com.

Para contextualizar e incentivar os designers, seguem abaixo as palavras da Kátia.Vamos participar!

Continue lendo

ESPECIAL CARNAVAL – Vagina PET Reciclada

Bom, já é 4a.-feira de cinzas e mesmo assim ficou no OxO ? Sério?

Quem não conseguiu nada na folia de Momo, pegue as camisinhas, as garrafas pet, umas esponjas e caia dentro da sua própria vagina reciclada. Adianto que não usei, e não sei se funcionam, mas no site Caixa Pretta tem o passo a passo.

E este foi o especial Carnaval Sexo Sustentável. Em breve retomamos nossos posts habituais.

Sexo sustentável pelo Greenpeace

Acesse o guia do GreenpeaceO Greenpeace do México lançou em 2008 a cartilha do sexo sustentável. Por meio de 10 atitudes legais, você, ambientalista, pode relaxar na hora H. Eu disse relaxar!

O assunto rendeu tanto que a agência EFE produziu uma matéria com a opinião das pessoas.

Ao ler esta matéria achei as dicas interessantes e criativas, mas ao terminar, pensei: “Meu Deus, na cama não!”. Antes de receber as pedradas, ou melhor, as bolas de neve, as bolotas de cocô de cabrito ou os sacos de lixo reciclado na cabeçca, resolvi fazer algumas críticas ao projeto. E espero que ao terminar de ler o post, você passe a não se levar tão a sério, pois o bom é relaxar e gozar.

1) Apague as luzes
OK. A noite pede um romance e nada mais indicado que umas velas para compor o ambiente. Há diversas opções de velas com ceras ecológicas feitas de ceras vegetais, não liberam fumaça preta na sua queima e de quebra ainda deixam um cheirinho gostoso. A Phebo lançou uma linha de velas perfumadas com vidro reciclado pintados com tintas orgânicos que dá conta do recado. Só cuidado para não chutar as velas no ímpeto da causa e empatar a ***.

Durante o dia…. A idéia é deixar a luz entrar. Abra as cortinas, a janela, as portas, a mente. Se você curte um voyeur e morar numa grande cidade, quem sabe um vizinho observador não esteja sacando tudo? Ou não? Usa a imaginação.

2) Frutas orgânicas e sem agrotóxicos
O ponto é o seguinte, se você é uma pessoa que tem o hábito de comprar alimentos orgânicos, vai ser fácil, mas se você ainda não entrou nessa onda é uma boa maneira de começar. Esqueça aquela caixa de morangos enorme que você compra a caixa por 2 reais no centro do Rio, afinal, qual a procedência daquele tamanho todo. Importante é escolher as frutinhas afrodisíacas orgânicas, livre de pesticidas e não-transgênicas. Morango, cerejas, guaraná e catuaba? Vale lembrar que o prazer solitário na companhia de uma melancia ou de um mamão é uma saída.

3) Cheiro de mariscos?
Cara, eu nunca misturei sexo com pequenas ostras nem mariscos, mas há gosto e olfato para tudo. Além dos moluscos estarem entrando em declínio pela sobrepesca, o risco de arrumar uma intoxicação alimentar é alto. Tô fora! A dica pode ser substituída, por catuaba, ovos de codorna, amendoins, mas para falar a verdade, nada como um cheiro no cangote e bom humor. Uma risada gostosa desmonta qualquer um e deixa o clima em alto-astral.

4) Amor reciclado
Reciclar as embalagens de lubrificantes e caixas de camisinha? Fazendo bonitos artesanatos com elas? Não descobri um uso para as embalagens e muito menos para as camisinhas usadas, só me vem a cabeça descartá-las e no lixo adequado. Evite jogar camisinhas usadas no vaso pois além de entupir, poluem o ambiente.

5) Use lubrificantes à base dágua.
É chegar no balcão de qualquer farmácia ou sex shop e pedir lubrificantes íntimos: 99% de certeza você vai receber um tubo de gel à base d´água. A antiga vaselina é grudenta e não reage bem com o latéx. Esqueça! Há quem use manteiga, óleos de massagem ou a famosa saliva. Vai de cada um.

6) Na cama sem petróleo
Roupas e brinquedinhos de PVC? Os materiais fabricados com PVC, um material que gera “alguns dos produtos químicos mais tóxicos que existem: dioxinas e furanos.” Outro problema encontrado são os “ftalatos” (químicos que flexibilizam e suavizam o policloreto de vinila, PVC), que não são biodegradáveis e podem ser prejudiciais até mesmo em quantidades muito pequenas. O texto completo pode ser encontrado aqui.

7) Economize água
Tomar banho a dois economiza água, mas um das maiores dúvidas fica por conta da hidromassagem. A espuma de banho é vegetal, a madeira do ôfuro é sustentável mas uma banheira grande chega a gastar até 340 litros num único uso, 10 vezes o limite recomendado para um banho “ecologicamente correto”. Fora a conta de água que aumenta em 20% o consumo mensal de água da casa. Pense bem antes de usar!

8 ) Cama sustentável
Camas de madeiras certificadas, pijamas e roupas de cama com algodão orgânico, travesseiros com fibras vegetais e evitando penas de animais, redes compradas de fornecedores locais. As idéias são infinitas mas para não ficar pensando nisso durante o vamos-ver, inove no planejamento da sua casa.

9) Sexo verde
A atenção aqui é generalizada, use e abuse do bom senso na hora de preparar o futuro sexo. Um exemplo é o vibrador ecológico irlandes fabricado pela Caden Enterprises e vendido pela Babeland. O brinquedo de 20 cm é feito de materiais reciclados e usa uma manivela para gerar 3o minutos de prazer. De acordo com Janice O’Connor, co-fundadora da Caden Enterprises “Só usei algumas vezes, mas é fantástico! É muito intenso! Temos quatro níveis de velocidade”.

 10) Faça amor, não faça guerra