Archive for the ‘Dica’ Category

O Impressões Verdes se mudou!

Aos meus leitores que acompanham este blog a novidade é que estamos de casa nova. Com a chegada da entrega da monografia o projeto Impressões Verdes tomou novo rumo e agora está no endereço oficial www.impressoesverdes.com.br

Com conteúdo sendo reformulado aos poucos o blog ainda está em versão beta e captando colaboradores que queiram participar ativamente do projeto.

Espero vocês por lá!

HORA DA PAUSA: Meditação

E nem só de trabalho vive o homem já dizia minha avozinha, mas é real. Pelo menos para mim.

Sufocado entre prazos apertados, caixa de email lotada, clientes ligando toda hora, projetos para entregar e tudo isso que todo mundo já conhece bem, chega a hora que é LER (não é leitura, é a dor mesmo) ou uma pausa. Eis o momento de parar e se desligar.

Não que eu seja um adepto da meditação na posiçao de Lótus (ainda!) mas como um bom ansioso aprendi na marra a importância de respirar mais profundamente e fazer umas pausas para limpar a mente. Os efeitos de relaxar e respirar são duradouros e efetivos.

No meu caso ajuda bastante quando rola aquela travada. Minha saída é tirar o máximo de acessórios e roupas possível – ok, no trabalho tire só os sapatos! – sentar relaxado, começar a respirar lentamente e pensar na própria respiração. Fico assim por uns 15-20 minutos e quando percebo estou com o foco mais claro. É a liberdade dos pensamentos para aqueles momentos de bloqueio criativo e ótimo para ter idéias e resolver problemas difíceis.

 

Produzir um quilo de papel consome 540 litros de água??

Saiu no site da Super Interessante uma matéria sobre o consumo de água na produção de papel com base nos estudos do Instituto Akatu.

540 litros de água para produzir 1 quilo de papel? É um bom motivo para se pensar em poupar as folhinhas né? Vale a pena lembrar que quanto mais papel é produzido, mais árvores são cortadas, mais água é gasta no processo de produção e mais espaço em lixos e aterros é ocupado.

E como não podia deixar de ser, seguem umas dicas do site da Super adaptadas ao meu ponto de vista.

Continue lendo

Diretrizes para design gráfico sustentável, por pelo Nelson Smythe.

Mais umas boas dicas do mestre em design pela UFPR, Nelson Smythe Jr. Ele é consultor em design gráfico e sustentabilidade e chefia a Aurus, uma agência focada na questão ambiental.

Após as valiosas dicas vocês podem conferir o trabalho dele no site do escritório.

 PROCESSOS 
 Pré-impressão Utilizar CTP, as chapas são gravadas eletronicamente, eliminando os fotolitos e os decorrentes resíduos tóxicos da sua produção.
 Impressão Utilizar offset waterless (elimina a solução umidificadora) reduz as emissões totais de VOCs.
 PAPEL
 Gramatura Usar papéis de menor gramatura. Selecionar papel sem revestimento sempre que possível.
 Branqueamento Não utilizar papéis branqueados com cloro. Especifique papéis TFC ou ECF.
 Certificação FSC Se usar papel virgem, considerar um que tenha certificação FSC.
 Reciclados Escolher papéis que contenham o máximo de conteúdo reciclado pós-consumo (PCW) – Ideal 100% PCW.
 Tamanho Projetar num formato menor e com menos páginas, se for o caso; economizando papel, tinta, água, diminuindo as emissões de carbono na distribuição e ainda custos de postagem. Considerar os formatos levando em conta os tamanhos industriais das resmas, para que o aproveitamento seja máximo e assim minimizada a quantidade de aparas.
 TINTAS
 Geral Usar o mínimo de cores e tintas, diminuindo custos, consumo de líquidos para limpar as máquinas de impressão e resíduos. Minimizar a cobertura de tinta torna o produto mais fácil para reciclar (o processo de de-ink é facilitado).
 Eco-tintas Empregar tintas à base de óleos vegetais (com baixas emissões de VOCs). Especificar àquelas que possuem base vegetal maior, se não conseguir usar tintas livres de óleos minerais, procurar aquelas com menos de 10% de VOCs.
 ACABAMENTOS Especificar vernizes e coberturas à base d’água (com baixa emissão de VOCs) ao invés de coberturas UV e laminações. Evitar o uso de PVC e outros materiais não recicláveis nas capas e em embalagens. Evitar revestimentos UV, laminações, termografia e hotstamping, eles impedem ou dificultam a reciclagem.
 LOCALIZAÇÃO Especificar recursos locais, fornecedores como gráficas e produtoras e distribuidores de papel que estejam localizadas o mais próximo possível do usuário final, facilitando a distribuição, reduzindo os impactos de transporte e valorizando a mão de obra local.

O custo da impressão

Todo dia eu vejo muitas folhas saindo da impressora e a maioria não faz muito sentido: email-s que podem ser lidos em tela, planilhas, rascunhos, recados, etc.

O blog Marketing.com.br fez um post bem legal sobre o desperdício de papel nas empresas e sugere algumas soluções para economizar no ambiente de trabalho e em casa. Seguem algumas dicas que pratico no trabalho e outras do post.

  • Configure a sua impressora para utilizar o perfil rascunho nas impressões diárias, assim conseguirá poupar tinta e com menos tinta facilitará a reciclagem das folhas.
  • Ao imprimir textos ou imagens de rascunho em impressoras jatos utilize somente o cartucho de tinta preto, evitando a mistura de cores.
  • Imprimindo páginas da internet selecione a parte desejada e nas opções de impressão marque a opção selecionado. OBS: Os sites mais atuais costumam ter a versão de impressão já embutida no código.
  • Faça um treinamento de conscientização dos funcionários. Ensine-os a ter sempre em mente se impressão é mesmo necessária. Muitos arquivos são impressos apenas para leitura e depois são descartados.
  • Sempre que possível, utilize os modos de impressão de frente e verso da folha. Além da economia de papel, eles reduzem gastos com a compra de pastas e com espaço para armazenamento.
  • Reaproveite as folhas utilizadas de um só lado e faça blocos de anotações.
  • O toner acabou? Retire-o da impressora somente quando estiver com um novo. Isso evita que o canal de tinta seque e exija manutenção.
  • Embora o papel reciclado custe quase o dobro do comum, ele evita o desmatamento de florestas.
  • Incentive os funcionários a guardar arquivos em CDs ou em pen drives em vez de mantê-los em versões impressas.
  • Utilize programas de gerenciamento de impressão que ajudam a controlar o volume de impressões e cópias. A economia pode ser de mais de 30%

Fonte: PEGN
Autora: Ana Cristina Dib

Praticando ecodesign na Granado Pharmácias

Que a Granado é uma empresa de tradição e após o reposicionamento está cada vez mais na cultura brasileira, todo mundo já sabe. O que pouca gente ainda não sabe é que trabalhar aqui é uma grande oportunidade para por em prática toda a teoria que leio e pesquiso sobre ecodesign e sustentabilidade.

Bom, para quem não me conhece vale uma apresentação rápida. Desde 2007 estou responsável por gerenciar o departamento de arte da Granado criando as  linhas de comunicação utilizadas nas campanhas e anúncios, peças gráficas e impressos em geral.

Passei a publicar minhas experiências gráficas aqui pelo blog – ok, demoro um pouco pra postar mas é sempre com o maior carinho! – com o intuito de tentar fazer da profissão de diretor de arte (que muitas vezes me dá uma sensação de vazio) em uma ferramenta prática, e ainda servir de exemplo para profissionais que acham impossível aliar preservação ambiental e impressos. Afinal, temos responsabilidade por tudo aquilo que produzimos.

Na dia-a-dia as coisas não funcionam do modo ideal mas cabe ao profissional saber rebolar e partir para a ação. Mas como assim?

Continue lendo

ESPECIAL CARNAVAL – Campanha Camisinha 2010 do Ministério da Saúde

Conforme dito ontem, USE CAMISINHA! Com foco principalmente nas mulheres de 13 a 19 anos e jovens gays, de 13 a 24 anos, o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde lançou a campanha para o Carnaval 2010.Tendo como slogan “Camisinha. Com amor, paixão ou só sexo mesmo. Use sempre”, o material é direcionado tanto para quem quem está casado, solteiro, tem fuck buddies, está enrolado, fica só pegando e etc.


Fugindo do estereótipo barbie-sarado.


Sem essa de que mulher não anda com camisinha. 🙂


Quem nunca passou por uma dessas? Faça o teste.

Mais informações

Atendimento à imprensa
Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais
Tel: (61) 9221-2546/3306 7051/ 7033/ 7010/ 7016/
Site: www.aids.gov.br – E-mail: imprensa@aids.gov.br

Atendimento ao cidadão
0800 61 1997 e (61) 3315 2425