Food Inc. – Indicado ao Oscar 2010


O último filme que assisti do TOP 10 de filmes ambientais de 2009 foi o Food Inc. O tema principal é o poderio da industria alimentícia mundial e a forma como ela alterou nosso padrão de consumo ao longos dos anos. É praticamente impossível fugir dos alimentos geneticamente modificados e cabe ao consumidor tomar cuidado na escolha.

LINK DO TORRENTLINK PARA LEGENDA

É aterrador ver como a indústria modificou a forma como os alimentos são produzidos.

E como a forma que comemos também mudou.

Após de ver The Cove, baixei e assisti o esclarecedor Food Inc. Não foi surpresa ver os dois filmes sendo indicados ao Oscar de melhor documentário de 2009. Particularmente eu achei o Food Inc. muito mais atual e instrutivo para a a nossa realidade próxima, já que diariamente comemos e dificilmente vemos golfinhos por aqui. Não estou desmerecendo a luta pelos golfinhos, mas estou falando de Brasil.

O cientistas descobriram que o milho é facilmente manipulável e se combina com quase todas substâncias. Ele virou pastoso, crocante, líquido, efervescente e até gasoso.

Todos estes produtos contém ingredientes geneticamente modificados. Qual destes quitutes você ainda não experimentou?

Impossível não lembrar daquele restaurante à quilo baratinho da hora do almoço e lembrar das opções de frituras geneticamente modificadas, xaropes açucarados com gelo, corantes e acidulantes para salada, biscoitos recheados de gordura transgênica e até mesmo sucos de fruta com leite aguado e conservantes. O sorbitol, por exemplo, encontrando na grande parte dos alimentos para diabéticos, é um substituto ao açucar e apresenta usos tão diversos, como a fabricação de emolientes para a indústria cosmética, umectante para tabaco, ingrediente de compostos anti-congelantes e na fabricação de explosivos.

A maioria das coisas que comemos atualmente provém de laboratórios químicos.

A maioria destes "ingredientes" são "grego" para mim.

Foi constrangedor ver que o que comemos está rico em substâncias químicas e é fruto de uma engenharia genética desconhecida e invisível. Parando para pensar sobre nossos hábitos alimentares, me assustei ao pensar no Doritos, que é um “nada” que acerta em cheio no “paladar”e deixa em nós o famoso gosto “impossivel comer um só” do glutamato monossódico. Fiquei boquiaberto ao realizar como o milho tornou-se base da alimentação e a indústria alimentícia se projetou ao longo do tempo.

Já ouviu aquele papo que o frango cresce à base de hormônios?

Na minha escolha do Oscar fico com o Food Inc., tanto pelo tema quanto pela edição rápida e  divertida. Nos créditos iniciais, a interação entre as embalagens e os nomes da equipe é super bem aplicada, e as animações e infográficos também fazem sua parte. Uma boa referência para o pessoal que curte um motion.

ONDE COMER: Quem trabalha no Centro do Rio de Janeiro, perto da praça XV, pode almoçar no Tempeh. É um restaurante à quilo de comida 100% vegetariana e orgânica que fica escondido num sobradinho da rua Primeiro de Março,24. O preço é super acessível (+/- R$ 15) e sempre acabo comendo além da conta pois a variedade é enorme. No site deles você confere o cardápio do dia.

PS: Fiquei um pouco atrasado em conferir os filmes do top 10 dos filmes ambientais de 2009, mas a boa é que já consegui baixar muitos deles e acabei conhecendo outras produções e sites ótimos que vou passar aos poucos.

Anúncios

One response to this post.

  1. […] Cove (A Enseada) |  Fuel  |  Food Inc. |  No Impact Man |  Thirst  |  The Garden  |  Crude  |  Poisoned Waters  |  A Snow Mobile […]

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: